SUBSCREVA A NEWSLETTER E GANHE 5€ DE DESCONTO
OFERTA DE MANTA PARA BEBÉ EM COMPRAS IGUAIS OU SUPERIORES A 100€
FEITO EM PORTUGAL
Envios em 24h!

Qual o papel do Pai na gravidez e pós-parto?

18 Março, 2020

Sugestões para integrar o pai nas rotinas do seu bebé

No mês em que se assinala o Dia do Pai, vimos falar-vos sobre a importância da figura paternal no desenvolvimento do bebé e na construção da harmonia familiar.

Ser pai, nos dias de hoje, significa estar presente desde o primeiro momento e é cada vez mais comum os pais participarem ativamente em todas as etapas da gravidez e do pós-parto.

 

Papel do Pai durante a gravidez

Ainda que a gravidez seja sentida apenas pela mulher, é importante que o futuro pai esteja a par de todas as alterações que ocorrem a nível físico e emocional, de forma a conseguir dar uma resposta eficaz e prestar um apoio efetivo à grávida.

Durante a gestação, o papel do pai passa, sobretudo, por apoiar a futura mamã em tudo o que ela necessite, oferecendo conforto e qualidade e mostrando-se paciente e compreensivo para com tudo aquilo por que ela está a passar. Além disto, é também muito importante que o pai contribua para a promoção da autoestima da futura mamã, elogiando-a e fazendo-a sentir-se especial.

Mas o papel do pai durante a gravidez não é apenas importante para a mãe. É logo durante a gravidez que se começa a formar o vínculo entre pai e bebé. Assim, o pai deve ser presente, carinhoso e interagir com o bebé mesmo enquanto ele está na barriga da mãe, fazendo festas e conversando, por exemplo.

 

Papel do Pai no pós-parto 

Quando o bebé nasce, é comum os recém-papás sentirem-se nervosos, com receio de não conseguirem cuidar de um ser tão pequenino, o que os leva a afastarem-se e deixarem essa responsabilidade (quase) exclusivamente com a mãe. Por outro lado, algumas mães também não dão ao pai o espaço de que eles necessitam para cuidarem do bebé sozinhos, pois, inconscientemente, acreditam que o bebé está melhor com elas.

Mas o envolvimento do pai nos cuidados ao bebé deve fazer-se desde o primeiro momento, pois esta presença próxima e esta interação irão promover a segurança e a confiança do bebé ao longo do seu desenvolvimento.

Ainda que seja comum algum desconforto e insegurança por parte dos recém-papás, por não saberem o que se espera deles, o seu contributo é fundamental para que toda a dinâmica familiar flua e tudo possa retomar um ritmo tranquilo o mais rapidamente possível.

O pai é ainda muito importante na prevenção de uma depressão pós-parto na mãe. Para tal, deverá assumir algumas funções como suas, como deitar o bebé ou dar-lhe banho, proporcionar à mãe momentos de descanso e incentivá-la a fazer outras atividades para além de cuidar do bebé (encontrar-se com amigas, cuidar de si, fazer desporto, ir ao cabeleireiro…).

 

Como integrar o Pai nas rotinas do bebé

 Durante a gravidez:

  • Levá-lo às consultas e ecografias
  • Delegar-lhe o planeamento do quarto do bebé
  • Pedir a sua participação na elaboração do plano de parto
  • Pedir a sua opinião para o enxoval do bebé
  • Fazer questão que ele participe nas aulas de preparação para o parto, incluindo as de amamentação

 

No pós-parto:

  • Delegar-lhe a responsabilidade de fazer a gestão das visitas
  • Deixá-lo assumir a responsabilidade total por alguns cuidados ao bebé – trocar a fralda, dar banho, deitar o bebé…
  • Deixá-lo a sós com o bebé durante algum tempo

 

O diálogo e a comunicação entre o casal assumem grande importância nesta fase das suas vidas devido às grandes transformações que ocorrem. É essencial que a mamã partilhe com o seu companheiro as suas necessidades e lhe mostre como ele a pode ajudar. O vínculo que pai e filho criam é essencial para o bom desenvolvimento do seu bebé, pelo que uma participação ativa desde o primeiro momento contribuirá para reforçar os laços entre os dois.

 

With love, BBme by Joana Teles

Fechar
InstagramPinterest
Subscreva a Newsletter e receba
5€ desconto
* Válido para compras superiores a 35€