SUBSCREVA A NEWSLETTER E GANHE 5€ DE DESCONTO
OFERTA DE MANTA PARA BEBÉ EM COMPRAS IGUAIS OU SUPERIORES A 100€
FEITO EM PORTUGAL
Envios em 24h!

Atividade física na gravidez: sim ou não e porquê

5 Janeiro, 2020

Estar grávida não é sinónimo de estar doente, bem pelo contrário. Por isso, as futuras mamãs podem e devem aproveitar esta fase para se manterem em forma.

Se já pratica exercício com regularidade, é só adaptar os exercícios à nova condição, mas, se não tem ainda uma atividade física regular, a gravidez pode ser uma ótima oportunidade para começar, ainda que devagar.

Atualmente, as grávidas já reconhecem a importância de manter a atividade física durante a gravidez pelos diversos benefícios a ela associados. É, contudo, necessário ter alguns cuidados para garantir que tudo decorre com normalidade e que não há riscos para o feto ou para a mulher.

O ideal será, naturalmente, começar uma prática desportiva antes de engravidar, mas, não tendo acontecido, procure um profissional especializado que a possa acompanhar e dar-lhe indicações acerca de quais os exercícios mais adequados para começar agora que já sabe que está grávida.

Comecemos por relembrar quais os benefícios que a prática de atividade física lhe pode trazer, não só durante a gravidez como também no pós-parto.

 

Benefícios da prática de atividade física na gravidez

  • Sensação de bem-estar generalizada (física, mental e emocional);
  • Redução do inchaço nas pernas e pés;
  • Diminuição dos enjoos;
  • Maior controlo sobre o peso;
  • Melhoria da postura corporal e uma consequente redução das dores de costas;
  • Prevenção da diabetes gestacional;
  • Melhoria da autoestima;
  • Melhoria do humor;
  • Retorno mais rápido ao peso normal no pós-parto;
  • Menor risco de parto prematuro.

 

Haverá casos em que a atividade física será contraindicada, mas o seu médico dir-lhe-á se é o seu caso. Normalmente, não há riscos associados e os médicos não impõem grandes restrições, desde que, claro, a grávida conheça bem os seus limites e seja acompanhada por um profissional na adaptação dos exercícios.

Ainda assim, para que a gravidez se desenvolva com normalidade e a mulher não corra riscos, tome algumas precauções que lhe vão permitir realizar a atividade com mais segurança.

 

Cuidados a ter antes e durante a prática desportiva

  • Acompanhamento e autorização médica;
  • Acompanhamento de um profissional especializado;
  • Evitar atividades de contacto;
  • Evitar exercícios que exijam equilíbrio;
  • Fazer intervalos regulares de descanso;
  • Estar atenta a alterações significativas (falta de ar, contrações, perdas de sangue…).

 

Consciente dos benefícios da prática desportiva e atenta a eventuais sinais de alarme, resta-lhe escolher a atividade que melhor se adaptar ao seu estilo de vida, gostos pessoais e condição física.

 

Estes são os melhores exercícios para praticar durante a gravidez:

  • Musculação
  • Pilates
  • Hidroginástica
  • Caminhada
  • Ioga
  • Alongamentos
  • Treino funcional

 

Seja qual for a sua escolha, esteja disponível para ir adaptando os exercícios à evolução da gravidez e à sua própria condição física.

No primeiro trimestre opte, por exemplo, por caminhadas curtas, sobretudo se a prática desportiva não faz parte da sua rotina.

No segundo trimestre, altura em que, à partida, se sentirá com mais vitalidade, já pode intensificar ligeiramente a sua prática, mas, no terceiro trimestre, aposte em exercícios de relaxamento e que fortaleçam os músculos lombares. Nesta última fase da gravidez será também interessante usufruir das vantagens dos exercícios na água, que tornam o corpo mais leve e os movimentos mais fáceis, enquanto melhoram a circulação e atuam sobre o inchaço.

Já escolheu a melhor opção para si?

Fechar
InstagramPinterest
Subscreva a Newsletter e receba
5€ desconto
* Válido para compras superiores a 35€