SIGA-NOS NO FACEBOOK!

O recém-nascido e a hora do banho: o que deve saber

A hora do banho é um dos momentos mais aguardados e, ao mesmo tempo, mais temidos pelos recém- papás. A maior parte das vezes, o primeiro banho do bebé é dado ainda na maternidade, especialmente para que os pais, sobretudo os de primeira viagem, tenham o acompanhamento de um profissional,  normalmente um(a) enfermeiro(a) para esclarecer eventuais dúvidas. Uma coisa é treinar nas aulas de preparação para o parto com um boneco que não se mexe nem escorrega, e outra, bem diferente, é fazê-lo com o nosso bebé.
Contudo, a OMS defende que o primeiro banho não deve ser dado nas primeiras horas de vida do bebé, pois ele traz agarrada à sua pele uma substância muito hidratante a que se dá o nome de “vernix caseosa”. Esta camada de gordura protege a pele do bebé e reduz o risco de infeção.
Com mãe e bebé já em casa, a hora do banho é o momento perfeito para pais e bebé fortalecerem laços e o ideal é que este momento seja partilhado por toda a família (mãe, pai, bebé e, até, irmãos, se for o caso). Quem está prestes a entrar no mundo da parentalidade, facilmente encontra um número infindável de listas para tudo e mais alguma coisa, mas a verdade é que também nisto, como em muitas outras coisas nesta matéria, menos é mais. Há, no entanto, alguns aspetos a ter em consideração:
1 – Enquanto o bebé é pequenino, não é conveniente que os banhos sejam muito demorados, sobretudo nos meses mais frios do ano, e nem sequer precisam de ser diários.
2 – A hora do banho depende de bebé para bebé e da rotina familiar. O ideal é que vá vendo como o bebé reage e em que momento do dia o banho é mais agradável.
3 – A temperatura da água deve estar entre os 36 – 37ºC.
4 – A divisão onde é dado o banho não deve ter correntes de ar.
5 – O material necessário para o banho e a roupa que lhe vai vestir depois devem estar preparados antes de começar a despir o bebé.
6 – Nos recém-nascidos, há que prestar especial atenção ao coto umbilical. Lavar com cuidado, com água e gel de banho adequado à pele do bebé e, no fim do banho, secar cuidadosamente.
7 – Optar por produtos sem álcool nem perfumes, adequados à pele sensível do bebé.
8 – Não usar adornos, como anéis ou pulseiras que possam magoar o bebé.
9 – Começar o banho pela cabeça do bebé. Começar a ensaboar das zonas do corpo mais limpas para as mais sujas, deixando genitais e rabinho para o fim.
10 – Secar suavemente a pele do bebé com uma toalha grande e macia, tendo especial atenção às zonas com pregas (pescoço, axilas, virilhas).
11 – Hidratar a pele do bebé após o banho com um creme hidratante e aproveitar o momento para uma pequena massagem. Em certo s cursos de preparação para o parto podem aprender-se algumas massagens simples que ajudam, por exemplo, no alívio das cólicas.
12 – Pentear o bebé com uma escova macia ou um pente adequado.
13 – Verificar as unhas e, se necessário, cortar com uma tesoura própria, de pontas redondas.
14 – Lembre-se: o seu bebé percebe muito facilmente o seu estado de espírito, por isso, relaxe e aproveite o momento. Passados uns dias, vai-lhe parecer que dar banho a um bebé é algo que fez durante toda a sua vida.
Share this post



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *