SIGA-NOS NO FACEBOOK!

O que levar para a maternidade? por Enfermeira Carmen Ferreira

A tão esperada hora para os conhecer está prestes a chegar mas as dúvidas também são muitas. O que levar para a maternidade? Quando devemos começar a organizar? Quantas malas devemos levar? São perguntas que as mamãs fazem e, para que as nossas grávidas tenham o melhor acompanhamento convidámos a Enfermeira Carmen Ferreira para nos dar umas dicas. A Carmen é enfermeira de formação, apaixonada por alimentação saudável e, claro, bebés. Não haveria melhor pessoa para nos falar sobre este tema tão importante. Vamos então ouvir as suas dicas?

“Pelas 30 semanas de gestação deve começar a preparar a mala da maternidade, pois há bebés que gostam de fazer partidas e chegar mais cedo…

DICA: Convém o marido saber onde está a mala. Na altura nós podemos não conseguir ir buscá-la (por inúmeras razões, acreditem!) e dar indicações aos maridões por telefone não é fácil (até porque nós temos um condão de arrumar tudo tão bem que depois ninguém encontra, especialmente numa altura de stress).

Não precisam de levar muitas malas, quanto menos logística (além de fraldas e maminhas) melhor. Na verdade os pais levam imensas coisas na mala e esquecem-se sempre de materiais importantes para a estadia na maternidade. Por isso, aqui fica aqui uma pequena lista simples mas muito útil para os futuros pais:

Mala da Mulher // O que a grávida não pode esquecer na entrada da Maternidade:

1- Boletim de grávida e exames recentes;

2- Kit de células estaminais (se tiver para recolha);

3- Plano de parto/nascimento;

4- Gelatina, rebuçados, chá açucarado ou sumo de fruta sem polpa (para consumir durante o trabalho de parto) – confirmar com o hospital que é possível levar/consumir conforme protocolo durante o trabalho de parto;

Para o pós-parto:

1- Produtos higiene com cheiro neutro (alguns hospitais não têm disponíveis para dar às mães, por isso levem a vossa necessaire) – Optem por produtos sem cheiro para que o vosso bebé reconheça através do olfato a sua mamã durante o momento pele a pele, favorecendo o processo de amamentação e bem-estar do recém-nascido;

2- Creme reparador para os mamilos (à base de lanolina e que não seja necessário retirar para o bebé mamar) ou óleo de cocô (altamente reparador e com propriedades antifúngicas);

3- Chinelos (tipo havaianas) – os nossos pés incham bastante no pós-parto!

4- Robe;

5- Duas a três camisas de dormir abertas à frente para amamentar;

6- Soutien de amamentação;

7- Almofada de amamentação;

8- Roupa para a saída – prática e que não seja apertada na zona abdominal!

9- Maquilhagem – Se usarem e caso queiram para se sentirem bem, mas não é preciso exagerar porque lembrem-se que vocês já são naturalmente bonitas;

TOME NOTA:

– Não aconselhamos a levar anéis/pulseiras/brincos ou materiais de valor para as maternidades.

– Em geral, quase todas as maternidades têm pensos higiénicos e cuecas descartáveis. Pode, no entanto, levar as suas pois alguns hospitais têm um tamanho standard e pode não ser confortável para si ou existir rotura de stock.

– Não precisa de levar toalhas, ocupam muito espaço e todos os locais disponibilizam para vocês e para o bebé.

Mala do bebé

1- Três Mudas de roupa + três bodys interiores – no Verão de manga curta e no Inverno de manga comprida. Lavar primeiro e cortar as etiquetas! Podem até separar por dias e fechar em sacos, identificando o saco com “primeiro dia, segundo dia, dia da alta…” – os vossos maridos vão agradecer esta ajuda porque ir buscar o body amarelo com bordado inglês e folhos que avó fez é o maior desafio para um homem que acabou de ser pai! RESPECT!

2- Fralda de algodão (uma ou duas)

3- Gorro (um maior e outro mais pequeno)

4- Lima de papel para limar as unhas – os bebés nascem com unhas compridas e arranham-se pelo que pode limar-separa minimizar os arranhões na face e um pente caso nasça com muito cabelo.

5- Uma manta para tapar o bebé

6- Ovo – nenhum bebé pode sair do hospital sem ser transportado corretamente no ovo.

TOME NOTA:

– Os produtos de higiene do bebé costumam ser facultados pelo Hospital, mas se fizer questão pode levar para o seu bebé os que pretende.

– Em geral as fraldas também são fornecidas durante a estadia, mas podem levar umas extras no caso da ida para casa acontecer um “acidente”.

Mala do Pai

1- Muda de roupa e pijama (se acompanhar a mulher no hospital) + necessaire;

2- Máquina fotográfica – para registar o momento mágico!

3- Snacks e moedas para máquinas de café – um trabalho de parto pode ser longo (especialmente nos primeiros filhos ou partos induzidos) e pode durar mais que 24 horas meus senhores.

4- Uma prenda para a mãe e para o irmão (caso seja segundo filhote) – optem por não oferecer flores porque podem ser uma fonte alergénica para o bebé. Confirmem sempre com o local onde vão ter bebé, a lista que pedem para os casais levarem e cruzem com esta e com o que vocês tinham pensado. Se na listagem que vos derem aparecer chuchas e/ou mamilos de silicone, é sinal que este local não está acreditado como Hospital Amigo dos Bebés, pelo que o apoio à amamentação pode não ser o mais correcto, estejam alerta!”

Obrigada Enfermeira Carmen Ferreira. Dicas muito úteis e que vão ajudar as nossas grávidas.

Share this post
  , , , , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *